Um homem de fato | A man with a suit

Uma mulher | A woman

Um menino pequenino | A little boy

Avó e bisavó | Grandmother and great-grandmother

Um homem e uma menina pequenina | A man and a little girl

Três amigos | Three friends

Os caçadores | The hunters

O meu pai | My father

Quatro crianças | Four children

Meus bisavós | My great-grandparents

Um homem e um menino | A man and one boy

Uma menina pequenina | One little girl

Detail  

Detail  

 

 

 

Madrid Foto, Galeria Carlos Carvalho Arte Contemporânea



O que ficou do que foi - O Álbum Cabanas, 2010/2011
Intervenção sobre prova gelatina e prata / papel: 30,5x40,6 cm imagem:20x20cm
-

"(...) Em “O que ficou do que foi”, a artista invoca a imprecisão da memória através do apagamento, da rasura, do desvanecimento das imagens que pertencem ao seu entorno mais próximo: a família. A emulsão fotográfica arrancada – mas que se acumula no fundo da moldura – elimina informações sobre espaços, contextos e personagens. Tal como nós os eliminamos involuntariamente da nossa história pessoal, até que estes não sejam mais que cinzas de outros tempos." Valter Ventura

-

A série: “O que Ficou do que Foi” é composta por outras séries que eu chamo de álbuns e cada um tem as suas caracteristicas especificas. Foi com “O álbum Cabanas” que iniciei este projecto, partiu de um conjunto de negativos que a minha avó me deu. São imagens típicas de fotografia de família, com pessoas a posar para serem retratadas e posteriormente lembradas. E embora não sendo uns negativos muito antigos e quase todas as pessoas retratadas serem minhas parentes, são também desconhecidas para mim. Desta falibilidade da memoria e desta inevitabilidade do tempo surgiu a minha relação da fotografia com a intervenção na imagem, com a rasura e o desenvolvimento de um desenho.
“O Álbum desconhecido” foi feito com negativos comprados na Feira da Ladra, fotografias perdidas, com imagens de desconhecidos.
E “O Álbum Arquivado (AML)”, foi desenvolvido para a exposição “Arquivos Secretos” utilizando uma fotografia do acervo do Arquivo fotográfico de Lisboa, com um pessoas desconhecidas e fotografadas por um um anónimo.

-


What remains of what it was - Album Cabanas, 2010/2011
Intervention on silver print gelatin proof / paper: 30,5x40,6 cm image:20x20cm.
-

"(...) In “O que ficou do que foi” (“What remains of what once was –Cabanas Álbum), the artist invokes memory imprecision through erasing, scratching, and fading away of images belonging to her closest surrounding: family. The photographic processing torn off – accumulating in the bottom of the frame – erases information on spaces, context and characters. Just like we all unwillingly discard our personal history, until what remains is but ashes from times gone by." Valter Ventura

-

The series "What remains of what was" is composed of sub-series I have called albums, each having its specific characteristics.
I have started the project with "The album Cabanas", a set of negatives my grandmother gave me. They were typical family photos where people are posing to be portrayed and later remembered. Even though the negatives were not very old and almost all the people portrayed in the photos were actually my relatives, they were also unfamiliar to me, strangers. It was from this fallibility of memory and the inevitability of time that I started relating photography with direct intervention on the image, by erasing parts of it and developing drawings from the scratched parts.
“Álbum desconhecido” was made from negatives bought at the Lisbon flee market, lost photos with images of strangers, people unknown to me.
“Álbum Arquivado (AML)” was developed for the exhibition “Arquivos Secretos” (secret archive) using a photograph from the collection belonging to the Photographic Archive of Lisbon, showing some unknown people, and taken by an unknown photographer.

-