O que ficou do que foi - O Álbum Martim Moniz, 2012 - 2014
Intervenção sobre impressão a jacto de tinta / 40x40 cm

-

Em Dezembro de 2012 participei numa residência artística em Lisboa, organizada pela associação XEREM com parceria da Triangle Network e do Arquivo Municipal de Lisboa – Fotográfico.
Esta residência intitulada “Transitante: entre álbuns e arquivos”
abordou questões relacionadas com o lugar, identidade e arquivo.
Partindo dos temas sugeridos propus-me trabalhar sobre a zona onde estávamos e focar-me na praça Martim Moniz.
Aí iniciei um novo projecto chamado: “O que ficou do que foi – O Álbum Martim Moniz.
A praça Martim Moniz teve várias transformações ao longo destes últimos 100 anos. Curiosamente, ao pesquisar a base de dados do arquivo fotográfico, vi mais registos de demolições e construções que ocorreram na praça, do que imagens documentais das suas várias configurações.
Perguntei-me: o que ficou na nossa memoria destas várias formas que a praça teve (pensando em nós, como sendo a própria cidade de Lisboa)?
Decidi trabalhar esta temática de três formas:
Entrevistando pessoas que vivem na zona e pedir para descreverem com detalhe uma das configurações que a praça já teve.
Pedindo a outras pessoas para me desenharem um mapa da Praça, pensando também numa das suas formas passadas.
E a partir da base de dados do arquivo fotográfico, imprimi uma selecção de imagens de demolições que ocorreram na Praça do Martim Moniz e fiz uma intervenção nessas fotografias eliminando os edifícios que não estão em obras.

-


What remains of what it was - Album Martim Moniz, 2012 - 2014
Intervention on inkjet print/ 40x40 cm

-

In December 2012 I participated in an artistic residency in Lisbon, organized by the association XEREM in partnership with Triangle Network and the Arquivo Municipal de Lisboa – Fotográfico (Lisbon City Archive - Photography).
The residency, under the title “In transit: between albums and archives” addressed questions regarding place, identity and archive. Starting from the proposed themes I decided to work on the area we were staying and focus on the Martim Moniz square.
The Martim Moniz square has undergone many transformations throughout the these last 100 years . Curiously, when researching the photographic archive's database, I came across more records of demolitions and constructions that took place around the square than actual documenting images of its many configurations.
I asked myself: what has remained in our memory of the many shapes the square has had (thinking about us as the city of Lisbon itself)?
I decided to work on this in three different ways:
Interviewing people living in the area and asking them to describe in detail one of the configurations the square has had.
Asking other people to draw me a map of the square, also thinking of one of its past configurations.
From the photo archive's database I printed a selection of images depicting demolitions that took place in the Martim Moniz square and did an intervention on those photos, eliminating the buildings which were not under construction.

-